Acervo de Destaque

Diversos

10/02/2020

Olá Comunidade!

 

Você é folião de carteirinha? Fã do carnaval? Mal começaram os primeiros acordes a tocar e você já está na concentração "atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu? O carnaval já está se aproximando e sei que você deve estar muito ansioso por essa temporada. Pensando nisso, a Biblioteca Ver. Manuel Querino reservou uns livros sobre esse tema para o Acervo de Destaque dessa semana.

 

Que o carnaval é uma das festas mais aguardadas do calendário brasileiro, isso não é novidade! O carnaval faz parte de uma história muito antiga as manifestações populares e tradicionais.

 

Vamos contar aqui um pouco da história do carnaval.

 

A origem do carnaval é incerta, mas acredita-se que tenha surgido na Grécia Antiga, por volta do ano 520 a.c.. Eram confeccionados barcos de madeiras decorados para comemorar a temporada do velejamento, no início da primavera. Nesses barcos se tornaram espaços de diversão para o povo e seriam a inspiração para os atuais carros alegóricos. Esse tipo de comemoração se tornou popular em Roma durante os primeiros séculos da era cristã.

 

O nome do carnaval vem de "carne vale", seu significado está ligado ao fato dessa festa pagã acontecer durante os três dias que antecedem a quaresma, "período de privação", portanto era como uma despedida dos pecados da carne. Esse nome surgiu depois que a celebração foi legalizada pela Igreja Católica para coibir o que a instituição classificava como celebração pecaminosa. Ou seja, a celebração tinha como objetivo principal extravasar e fazer tudo o que durante a quaresma era proibido.

 

O carnaval chegou no Brasil a partir do século XVII, quando os portugueses trouxeram a brincadeira do entrudo, típica da região de Açores e cabo Verde, que consistia em um jogo em que as pessoas se sujavam com tintas, farinhas, ovos e também atiravam água.

 

Hoje, o carnaval é esta festa popular que ocorre de acordo de acordo com o calendário cristão, pois acontece 47 dias antes da Quaresma - o período de preparação para a páscoa. Após a abolição da escravatura, em 1888, surgiram os clubes carnavalescos, resultado de uma mistura de desfiles militares e procissões religiosas. 

 

No séc. XIX, inicia o carnaval de rua com o estilo que conhecemos atualmente. Nesse período, as escolas de samba do Rio de Janeiro se destacam, além dos blocos de rua. Em Pernambuco o frevo é a maior atração. Já na Bahia, os foliões são levados pelos trios elétricos.

 

Este ano, o carnaval de 2020 terá um motivo mais que especial para ser comemorado. Há 70 anos, os geniais Dodô e Osmar criaram o trio elétrico que revolucionou o carnaval da Bahia e foi exportado para o Brasil e o mundo. Portanto, nada mais justo que essa brilhante ideia que começou com uma fóbica em 1950 seja venerado pelo mundo.

 

Você que é amante do carnaval e ficou curioso(a) para saber mais detalhes sobre o carnaval, não deixe de vir à Biblioteca! Seja qual for seu perfil carnavalesco (folião das antigas ou fã do carnaval atual), a Equipe da Biblioteca está certa de que você vai amar a leitura!

 

Um abraço da Equipe da Biblioteca!

 

Câmara

Agenda

Biblioteca

Centro de Cultura

Gestão da Qualidade

Marcas e Manual

Presidência

Transparência

Concurso público

Despesas viagem

Frequencia de vereadores

Leis Municipais

Prestação de contas

Processos Licitatórios