Outros Ouvidores

Henrique Carballal

Natural de Salvador, Carballal nasceu em 29 de julho de 1970. Se interessou pela política aos 14 anos, quando uma professora de História do Colégio Anísio Teixeira identificou nele o espírito de líder e o apresentou à militância do então clandestino PCdoB. Em 1987, tornou-se presidente da União Municipal dos Estudantes Secundaristas (Umes). Neste período, os estudantes da capital baiana passaram a ter direito a meia-entrada nos cinemas e a meia-passagem nos ônibus. Durante a presidência da Umes, Carballal foi um dos fundadores do Movimento em Defesa da Escola Pública, grupo que promoveu a primeira greve de estudantes da Bahia. Elegeu-se vereador pela primeira vez em 2008 pelo PT, renovando o mandato em 2012. Henrique Carballal foi eleito ouvidor-geral da Câmara Municipal de Salvador no dia 2 de janeiro de 2015 para o biênio 2015-2016.


Maria Aladilce de Souza

Natural de Nova Soure, no interior da Bahia, Maria Aladilce de Souza (PC do B) nasceu no dia 6 de novembro de 1956. É enfermeira formada pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), servidora pública da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e professora da Escola de Enfermagem da Ufba desde 1992. Entre os cargos ocupados em sua trajetória, foi integrante da Comissão Nacional da Reforma Sanitária, do Conselho Municipal de Saúde de Salvador e do Conselho Estadual de Saúde. Foi eleita ouvidora-geral da Câmara Municipal de Salvador para o biênio 2013-2014.


Olivia Santana

Nasceu em Salvador no dia 25 de março de 1967, na comunidade do Alto de Ondina. Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Maria Olívia Santana (PC do B) foi eleita ouvidora-geral da Câmara Municipal para o biênio 2011-2012.


Odiosvaldo Vigas

Nasceu em 08 de junho de 1951. Natural de Salvador, é médico infectologista. Em 1992, foi eleito pela primeira vez para o cargo de vereador pelo PDT. Tornou-se o segundo ouvidor-geral da Câmara Municipal de Salvador, entre 2009 e 2010.


Ariane Carla

Pedagoga, nasceu em 10 de Agosto de 1973. Natural de Salvador, elegeu-se pelo PTB e depois mudou para o PMDB. Foi a primeira mulher a assumir um cargo na Mesa Diretora da Câmara Municipal de Salvador, além de ter sido também a primeira ouvidora-geral da Casa nos anos de 2005 e 2006, indicada pela presidência da Câmara. Para 2007 e 2008, Ariane foi eleita pelos demais vereadores.

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins

Câmara

Presidência

Marcas e Manual

Agenda

Centro de Cultura

Biblioteca

Gestão de qualidade

Transparência

Concurso público

Processos Licitatórios

Frequencia de vereadores

Despesas viagem

Prestação de contas

Leis Municipais