PERFIL DO VEREADOR

Soldado Prisco
Vereador da Câmara Municipal de Salvador Partido da Social-Democracia Brasileira 3320-0215 3320-0216

Nascido em 26 de maio de 1969, Marco Prisco Caldas Machado, o vereador soldado Prisco, começou a sua história política defendendo os direitos dos Policiais Militares do Estado da Bahia durante a greve de 2001. Natural do município baiano de Catu, um dos 15 filhos da dona de casa Marilene Guerra Machado e do petroleiro José Caldas Machado, aos 4 anos mudou-se com a mãe para a capital baiana, onde morou na Rua Direta do Uruguai, bairro do Uruguai.
Marco Prisco ingressou na Polícia Militar do Estado da Bahia aos 30 anos, depois de servir ao Exército por um ano e meio. Aos 31 anos, casou-se com Patrícia Pereira, professora com quem tem um casal de filhos.
Estudou até o quarto semestre do curso de Direito na Faculdade Batista Brasileira (FBB) e, aos 31 anos, liderou o primeiro movimento grevista da PM. A partir daí, integrou militâncias do PT, PCdoB e PSOL, onde permaneceu por quatro anos. No PSOL adquiriu o amadurecimento político que o fez galgar o cargo de vereador da capital baiana. Participou de cursos e do movimento popular autônomo Terra, Trabalho e Liberdade (MTL).
Em 2005, foi um dos sócios fundadores da Associação Nacional dos Praças Policiais e Bombeiros (Anaspra), entidade da qual é diretor nacional de mobilização.
Além de salvador, teve participação direta em outros movimentos grevistas. Em Natal, em 2007, ajudou os militares a reivindicarem melhores condições de trabalho. Com o mesmo objetivo, participou de greves em Roraima e Santa Catarina, em 2009. No ano seguinte, defendeu a categoria em Rondônia.
Neste período, a pedido de colegas de farda, foi candidato a deputado estadual pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC). A derrota nas urnas alimentou a força dando continuidade à carreira política através do Movimento Polícia Legal (MPL).
Em 2011, participou de movimentos grevistas em três estados: Piauí, Maranhão
e Ceará. Diretor geral da Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra-BA), Prisco voltou a comandar uma greve da PM, desta vez em 2012, a mais significativa da história da PM baiana. No mesmo ano, candidatou-se a vereador pelo partido PSDB e foi eleito para a 17ª Legislatura da Câmara Municipal de Salvador com 14.820 votos.

Mandato - Prisco é um dos 24 vereadores que renovam o quadro da Câmara Municipal de Salvador em 2013. Durante a legislatura, promete fazer uma oposição responsável na defesa pelos direitos dos soteropolitanos. Sem esquecer das demandas da cidade, vai continuar sua luta de apoio aos policiais militares por meio das ações desenvolvidas pela Aspra-BA, que ainda dirige e sugerindo um amplo debate com o Governo do Estado.
Também defenderá os direitos dos guardas municipais e buscará melhorias das condições para as crianças que utilizam serviços de creches da capital. Na área da segurança pública, o vereador soldado Prisco defende a utilização de câmaras para monitoramente da cidade e combate da criminalidade.